Fish

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Coberturas, Soluções e Cremes Padronizadas


Creme hidratante

- Composição: 8% de uréia, 2% de glicerina, 5% de óleo de amêndoa doce, 5% de óleo mineral, 11,5% ácido esteárico, 0,1% EDTA, 1,5% alcalinizante e 0,4% conservante.

- Ação: a uréia presente no creme facilita a penetração de moléculas de água até camadas mais profundas da pele;

- Indicação: hidratação tópica;

- Contra-indicações: pele friável, relato de alergia a qualquer componente do produto.

Clorexidina Alcoolica

-Composicao: digluconato de clorexidina em veiculo alcoólico.
Mecanismo de ação:                                                                                                      - A atividade germicida se dá por mudanças fisiológicas e citológicas e o efeito letal é devido a destruição da membrana citoplasmática bacteriana.
- Age tanto em bactérias Gram positivas como Gram negativas, mas está comprovada sua maior efetividade sobre Gram-positivos.
- Possui efeito residual de 6 a 8 horas por ação cumulativa.
- Estudos in vivo demonstraram que a solução aquosa de di-gluconato de clorexidina a 4% reduz amicrobiota da pele de 70 a 86,7%, em uma única aplicação, e 80,1 a 99,2% em seis aplicações.

-Indicacão: anti-sepsia de pele e mucosas e na inserção de cateteres vasculares, para prevenção de colonização.

-Tipos de feridas: inserção de cateter vascular.

-Contra-indicacão: feridas abertas de qualquer etiologia

Ressalvas
- A atividade germicida da clorexidina se mantém mesmo na presença de materiais orgânicos.
- Em lesões abertas pode alterar o processo de cicatrização, danificando e reduzindo a força tensil do tecido.

Modo de usar:

·         Limpar local de inserção com gaze e SF0,9%;
·         Secar com gazes
·         Aplicar a solução alcoólica de clorexidina
·         Ocluir com fina camada de gaze e fixar

-Periodo de troca: cateteres e cobertura com gaze a cada 24 horas, filme transparente, no Maximo em 7 dias ou quando apresentar sujidade, umidade, enrugamento, soltura ou qualquer outro tipo de comprometimento (os curativos devem devem ser inspecionados diariamente ou trocados quando sujos ou úmidos
Colagenases (Pomadas Enzimáticas)

Composição : Colagenase clostridiopeptidase A e enzimas proteolíticas.

Mecanismo de Ação -Age seletivamente degradando o colágeno nativo da ferida.

Indicações
-Desbridamento enzimático suave e não invasivo de lesões.

Tipos de Feridas
-Feridas com tecido desvitalizado.

Contra-Indicação
-Feridas com cicatrização por primeira intenção.
-Utilizar em pacientes sensíveis às enzimas.

Periodicidade da Troca
-A cada 24 horas.

Observações
- Há controvérsias quanto a eficácia das pomadas enzimáticas como estimulador da granulação e epitelização, visto que com o aumento dos níveis de ação das proteinases, temos a degradação dos fatores de crescimento e dos receptores de membrana celular, que são importantes para o processo de cicatrização.
-Só aplicar sobre a área necrótica, protegendo a ferida antes com ácidos graxos essenciais.




Curativo com Acido Graxo Essenciais ( AGE)

Os Acidos graxos essenciais são precursores de substancias farmacologicamente envolvidas no processo de divisão celular e diferenciação epidérmica e possuem capacidade de modificar reações infamatórias e imunológicas, alterando funções leucocitárias e acelerando o processo de granulação tecidual.

Composição- óleo vegetal composto de acido linoléico, acido caprilico, acido cáprico, vitamina A, vitamina E e lecitina de soja.

Ação                                                                                                                                   - Promove quimiotaxia ( atração de leucócitos) e angiogênese ( formação de novos vasos sanguineos),mantêm o meio úmido e acelera o processo de granulação. A vitamina A no organismo favorece a integridade da pele e sua cicatrização.
-A vitamina E tem função anti-oxidante e protege a membrana celular do ataque de radicais livres.
- O ácido linoleico é importante no transporte de gorduras, manutenção da função e integridade das membranas celulares e age como imunógeno local.
-A lecitina de soja protege, hidrata e auxilia na restauração da pele.
- Promove quimiotaxia (atração dos leucócitos) e angiogênese (formação de novos vasos sangüíneos), mantém o meio úmido e acelera o processo de granulação tecidual.
- A aplicação tópica em pele íntegra tem grande absorção, forma uma película protetora na pele, previne escoriações devido a alta capacidade de hidratação e proporciona nutrição celular local.

Indicação

- Prevenção de úlceras de pressão;
-Tratamento de feridas abertas;

Contra Indicação- não tem

Modo de usar

- Lavar o leito da ferida com jato de soro fisiológico a 0,9%.
-Remover exsudato e tecido desvitalizado se necessário.
-Espalhar AGE no leito da ferida ou embeber gazes estéreis de contato o suficiente para manter o leito da ferida úmido até a próxima troca.
-Ocluir com cobertura secundária estéril com gaze, compressa seca ou no Maximo a cada 24 horas.
Povidine Tópico

Composição: Polivinilpirrolidona iodo a 10% diluído em água.

Mecanismo de Ação
-Penetra na parede celular alterando a síntese de ácido nucléico através da oxidação.

Indicações
Anti-sepsia de pele e mucosas peri-catetres, peri-introdutores e fixadores externos coma finalidade de prevenir a colonização.

Tipos de Feridas : Inserções de cateteres vasculares, introdutores e fixadores externos.

Contra-Indicação : Feridas abertas de qualquer etiologia.

Observações
- O PVPi pode ser neutralizado rapidamente na presença de matéria orgânica, pus ou necrose.
- Pode causar irritação cutânea ou reação alérgica.

Obs: Em lesões abertas pode alterar o processo de cicatrização, danificando e reduzindo a força tensil do tecido.

Curativo de Papaina

Composição: complexo de enzimas proteolíticas, retirado da látex do mamão papaia ( Carica papaya).

Mecanismo de Ação:
-Provoca dissociação das moléculas de proteína, provocando em debridamento químico.
-Bactericida
-Bacteriostatico
-Estimula a força tensil das cicatrizes
-Acelera o processo cicatricial

Indicação
-Feridas abertas
-Debridamento de tecidos desvitalizados
-Feridas necróticas e desvitalizadas

Contra-indicação
-Contato com metais ( oxidação)
-Tempo prolongado de preparo

Modo de usar:
-Lavar o leito da ferida com jatos de solução de papaína
-Na presença de tecido necrosado, cobrir a área com fina camada de papaina em pó.
-Na presença de necrose espessa, riscar a crosta com bisturi para facilitar a absorção.- Remover exsudato e tecido desvitalizado se necessário, colocar gaze embebida em solução de papaína.- Ocluir com cobertura secundaria e fixar.
CONCENTRACAO DA PAPAINA:
Ferida necrótica ( 10%),
Ferida com exsudato  purulento( 4 a 6%),
Ferida com tecido de granulação ( 2%). 
   
Diluicoes da Papaina

1 Grama                    100ml             1%                                                                                    1 Gramas                       50ml               2%                                                                       
2 Gramas                  50ml               4%                                                                       
3 Gramas                  50ml               6%                                                                      
 4 Gramas                 50ml               8%                                                                       
5 Gramas                  50ml               10%                                                                     
6 Gramas                  50ml               12%                                                                      
7 Gramas                  50ml               14%                                                                     
8 Gramas                  50ml               16%                                                                     
9 Gramas                  50ml               18%                                                                   
10 Gramas                50ml               20%   

Nenhum comentário:

Postar um comentário